Eventos

I Simpósio Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol e Sociedade

Seminario Futebol Sociedade

O I Simpósio Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol e Sociedade têm como público-alvo alunos da Graduação, Pós-Graduação e pesquisadores que atuem na perspectiva interdisciplinar sobre “Futebol e Sociedade”.

O objetivo é promover o intercâmbio de estudos e pesquisas interdisciplinares na área do esporte, lazer e políticas públicas.

O evento ocorrerá nos dias 19 e 20 de junho e constitui-se em quatro mesas de trabalho, com apresentação e debates sobre os estudos e pesquisas.

O I Simpósio Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol e Sociedade está vinculado ao do Núcleo de Estudos Esporte, Lazer e Sociedade, o qual é coordenado pelos seguintes Professores: Professor Dr. Alfredo César Antunes; Professor Dr. Bruno Pedroso; Professor Dr. Constantino Ribeiro de Oliveira Jr.; Professor Dr. Miguel Archanjo de Freitas Jr. Além do Núcleo de Estudos Esporte, Lazer e Sociedade, o evento também faz parte das atividades realizadas pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

PROGRAMAÇÃO:

SEGUNDA– FEIRA – DIA 19 DE JUNHO DE 2017
LOCAL: AUDITÓRIO 3 DO NUTEAD (CENTRAL DE SALAS) LOCAL: OBSERVATÓRIO

ASTRONÔMICO

FALA INICIAL – 9:00 HORAS

1. Ana Flávia Braun – 9:20 h

As Copas do Mundo da década de 1950: intersecções entre política, meios de comunicação, identidade e futebol

2. Natasha Lise – 9:50 h

Transfiguração do banal: uma análise do futebol em Nick Horbnby

3. Maria Tereza – 10:20 h

O espetáculo Champions League: um estudo comparativo entre as finais feminina e masculina

Debate: 10:50/11:30h

Prof. Dr. Alfredo César Antunes (mediador)

1. Bernardo B. Holanda 14:00 h

Associativismo juvenil e mediação política: as torcidas organizadas de futebol no Brasil

 

2. Diego Murzi 14:30 h

Violencia, Estado y participación ciudadana al rededor del Fútbol en Argentina: la experiencia de la ONG Salvemos al Fútbol (2006-2017)

 

3. Fernando Trejo 15:00 h

A violência no futebol argentino, atores, estéticas e políticas públicas

 

4. Luiz Carlos Ribeiro 15:30 h

Circulação irregular de jogadores brasileiros no mercado internacional

DOCUMENTÁRIO 19:00

TERRITÓRIOS DO TORCER

Bernardo B. Holanda

 

JANTAR POR ADESÃO 20:30 h

 

Restaurante: La Gôndola

 
TERÇA – FEIRA – DIA 20 DE JUNHO DE 2017
LOCAL: AUDITÓRIO 3 DO NUTEAD

(CENTRAL DE SALAS)

LOCAL: AUDITÓRIO PDE LOCAL: BOTEQUIM

RODÍZIO PETISCO

1. André Couto 14:30 h

Visões cariocas sobre o esporte e a cidade: uma viagem pelas crônicas esportivas do Jornal dos Sports (1950-1958)

 

2. Ernesto S. Marczal – 9:30 h

“Bom de bola e bom de cuca”: algumas considerações sobre futebol, política e discurso a partir do caso Reinaldo

 

3. Victor L. Figols 10:00 h

Rivalidade, identidade regional e globalização no futebol espanhol: Real, Barça e Athletic.

 

4. Álvaro Cabo 10:30 h

O romance La Pena Máxima e as representações sobre o Peru na Copa do Mundo da Argentina.

 

Debate: 11:00/11:50 h

Prof. Dr. Constantino Ribeiro de Oliveira Júnior (mediador)

1. Daniela Alfonsi – 14:00 h

Sobre museus e futebol: formas de

musealização do esporte

 

2. Bruno José Gabriel – 9:00 h

Estado da Arte da bibliografia brasileira referente as coberturas jornalísticas esportivas impressas do futebol feminino

 

3. André Capraro 15:00 h

Venezia F.C – um estudo de caso acerca do turismo esportivo

 

Debate: 15:30/ 16:20 h

Prof. Dr. Bruno Pedroso (mediador)

 

 

16:20h Avaliação Final – encaminhamentos

POR ADESÃO 19:00 h

Palestra Democracia Burguesa e Políticas Educacionais em Gramsci 

War and Conflict. World War One. pic: 11th November 1918. London. Jubilant crowds close to Buckingham Palace celebrating Armistice Day.

Palestra Democracia Burguesa e Políticas Educacionais em Gramsci

O objetivo do evento é socializar o pensamento de Antônio Gramsci à comunidade acadêmica em geral, apontando as principais categorias do autor, no contexto contemporâneo.

Tem como público-alvo alunos de Graduação e Pós-Graduação e profissionais, especialmente, das áreas de Ciências Sociais Aplicadas e de Educação e comunidade em geral.

O evento se constitui numa palestra da Prof. Dra. Anita Schlescener que nesta oportunidade terá livro de sua autoria sendolançado pela Editora UEPG.

Trata-se de uma promoção do Departamento de Serviço Social e doPrograma de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas, com apoioda Editora da UEPG e da Universidade Tuiuti do Paraná – UTP.

O evento é uma atividade vinculada ao Núcleo de Estudos e Pesquisa Estado, Políticas Públicas e Práticas Sociais do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas, que o primeiro semestre de 2017 teve como temática de estudo a introdução à obra de Antonio Gramsci. A atividade é coordenada pelas Professoras Dra. Danuta Estrufika Cantoia Luiz e Dra. Silmara Carneiro e Silva e fruto do trabalho coletivo dos participantes do núcleo

Programação:
8h30 – Credenciamento.
9h00 – Mesa de Abertura.
9h15 – Palestra  Democracia Burguesa e Políticas Educacionais em Gramsci – Palestrante Profa. Dra. Anita Schlescener.
11h30 – Lançamento do Livro/Editora UEPG: Grilhões do Invisível: As dimensões da ideologia, as condições de subalternidade e a educação em Gramsci – Autora Profa. Dra. Anita Schlescener.
12h00 – Encerramento.

Inscrições pelo link: https://goo.gl/forms/x30ZWDOKjGp4Hs403

Descrição da Obra a ser lançada:

-as-dimensoes-da-ideologia,-as-condicoes-de-subalternidade-e-a-educacao-em-gramsci-419207

 

Mais detalhes da obra: http://www.uepg.br/EDITORA/:

Como entender um mundo no qual todos somos trabalhadores, mas não nos entendemos como parte de uma classe social ou de uma coletividade que sofre as mesmas dores e as mesmas humilhações numa sociedade na qual o capital continua a se multiplicar a partir da exploração da força de trabalho? Por que não sentimos mais solidariedade com os que são expropriados como nós e, principalmente, por que não nos sentimos expropriados em nosso trabalho? Por que nos conformamos ante a profunda desigualdade social que grassa a nossa sociedade, como se a desigualdade social fosse natural? Este livro pretende discutir estes temas cruciais retomando a tradição inaugurada por Marx e reinterpretada por Gramsci, para pensar as novas dimensões da hegemonia burguesa na era neoliberal, na qual a ideologia toma proporções inusitadas pela naturalização dos conceitos na vida cotidiana, na forma da linguagem e nos mecanismos de educação. A educação, na sua dimensão política, apresenta-se como um dos caminhos para a emancipação humana, neste emaranhado de barbárie e violência no qual estamos imersos. A educação tem a função primordial de elucidar os grilhões que nos prendem e que, sem ela, permanecem invisíveis.